quarta-feira, 23 de março de 2011

Eu e os outros.


 Foto Robert Capa
No umbigo
o centro gravitacional
o limite impreciso
deste espaço vital
o epicentro do cismo
o sopé do abismo
entre o eu  e o social
a foz do nós,
do psiquismo universal.

3 comentários:

Susan disse...

Ao ver essa foto imagino tanta coisa ,me vem até um arrepio na alma ...com teu poema junto fiquei a divagar ...
Parabéns por tocar com sua escrita !!!
Beijo

Um Poema disse...

....

Ana,
O poema é incisivamente belo e a escolha da imagem que o ilustra é bem pertinente.
Um abraço
Vítor Cintra

Clarisse Silva disse...

Olá Ana,

E no umbigo gravitam os seres que não meditam, numa espiral em movimento recto para o afundamento...

Forte o poema, bem como a foto escolhida!

Saudações,
Clarisse