quinta-feira, 9 de junho de 2011

Sou forte

Mato um leão por dia
com a mais pura alegria
sou forte!
sou altiva, de belo porte
posso carregar o fardo
tenho a sabedoria do bardo
o desprendimento do monge
a astúcia da ave de rapina.
Porque então que me parece tão longe
a felicidade
sempre ali, dobrando a próxima esquina?
(será que me falta dopamina?)

9 comentários:

Nilson Barcelli disse...

Felicidade e poder não têm qualquer relação...
Ana, o teu poema é brilhante. Adorei.
Desejo-te um bom Domingo e uma boa semana.
Beijos.

Nayara Borato disse...

Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Nayara e cheguei até vc através do Blog "luz pra viver". Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir um blog do meu amigo Fabrício, que eu acho super interessante, a Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. A Narroterapia está se aprimorando, e com os comentários sinceros podemos nos nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs





Narroterapia:

Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.



Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.


http://narroterapia.blogspot.com/

ana kosby disse...

Grata aos dois pelas leituras e atenção muito grata mesmo! Abraços.

Dário Álvares disse...

Lindo, forte, desconcertante...com aroma e cadência de soul!!!hehehe

Vóny Ferreira e outros poetas neste blog : http://vonyfereeira.blogspot.com/ disse...

Tinhas saudades desta tua irreverência poética,
destes teus gritos poéticos vicerais.
Beijinho Ana. Gostei muito do teu blog
e prometo voltar...
Vóny Ferreira

A.S. disse...

Ana... tudo acontecerá no tempo certo!

Beijos,
AL

Nilson Barcelli disse...

Reli e voltei a gostar muito do teu poema. É brilhante.
Tem uum bom fim de semana.
Beijos.

a vida em toda a dimensão disse...

Adorei conhecer o seu blogue.O Nilson Barcelli
é meu seguidor e cheguei aqui. Não sei escrever
poesia mas gosto muito. Tenho um blogue
http://sinfoniaesol.wordpress.com onde insiro
poesia de diversos poetas que me cedem.
Se mo permitir, teria muito gosto.Basta
deixar um comentário.
Voltarei.
Irene

Nilson Barcelli disse...

Ana, minha querida amiga, desejo-te um Feliz Natal e um ano de 2012 cheio de coisas boas para ti e para a tua família.
Beijos.